31 de dez de 2012

Feliz 2013!

Aos meus amigos, a todos nós: um ótimo 2013, muita Paz, sucesso, sonhos realizados!
Um brinde ao Ano Novo que está nascendo.
E que seja bom!

23 de dez de 2012

Boas Festas!


Meus amigos do Blog, mais um ano em que estamos juntos, trocando ideias, experiências, dicas.
Quero desejar a todos nós um Natal iluminado, com muita Paz, consciência e Amor.
Que possamos estar ao lado de quem amamos e queremos bem, e que Deus nos abençoe a todos!
Que 2013 venha com muitas melhorias para todos nós, que possamos lutar e conquistar cada vez mais o que ansiamos, e que possamos vencer os obstáculos que a vida nos traz com dignidade.
Muito obrigada por mais um ano fazendo do Naco de Prosa o nosso cantinho para estarmos juntos!
Boas Festas!
Tim-tim!

13 de dez de 2012

Lançamento Livro: Natal, Viagens e Fantasias



 
 
 
Ontem estive no lançamento do livro: "Natal, Viagens e Fantasias", organizado pela escritora Isabel Furini.

Ir a eventos como este engrandecem nossa Alma de meros admiradores de obras tão magníficas como as vistas e ouvidas nesta noite que passou tão mágica, tão encantadora... acarinhada pelas vozes magníficas do coral Thalia.

Após a apresentação, tivemos a leitura de alguns contos do livro, com a interpretação magnífica do diretor de cinema Jul Leardini.

Divido com vocês, meus amigos e amigas do Naco de Prosa, uma pequena amostra do que vivenciei nesta noite mágica...
 

 


12 de dez de 2012

Cerimônia Troféu Gralha Azul


Ontem, dia 11 de dezembro, aconteceu, no teatro Guairinha, a cerimônia de entrega do troféu Gralha Azul aos profissionais do teatro do Paraná.."Em Breve nos Cinemas",  obra que tem a brilhante direção da talentosa dramaturga Nina Rosa Sá, que  é também a autora do texto ao lado do americano, Mark Harvey Levine.





A  peça "Em Breve nos Cinemas", foi indicada para o troféu  como Melhor Espetáculo;  Melhor Ator e Melhor Cenário. Nina subiu aos palcos para agradecer pelo troféu de "melhor cenário" para Fernando Marés.
A noite foi de muito brilho, a cerimônia digna de grandes aplausos.
Nina está, com certeza, trilhando o caminho certo, pois sempre gostou de escrever .
A minha emoção foi extremamente grande ao ver a menininha que cresceu e hoje, dirige um elenco de grande porte. Momentos que invadiram minha alma de  alegria.
"Enquanto houver sangue em meu corpo, não paro de atuar", Tônia Carrero (atriz), percebo a mesma garra em Nina Rosa.
.





9 de dez de 2012

Gosto quando te calas

O poeta tem o poder. Tem magia, pois faz mágica com o poder das palavras.
O poeta nos encanta e diz tudo o que quer que nós, meros mortais, entendamos com seus poemas e canções.
Para vocês: Pablo Neruda...




Gosto quando te calas

Gosto quando te calas porque estás como ausente,
e me ouves de longe, minha voz não te toca.
Parece que os olhos tivessem de ti voado
e parece que um beijo te fechara a boca.

Como todas as coisas estão cheias da minha alma
emerge das coisas, cheia da minha alma.
Borboleta de sonho, pareces com minha alma,
e te pareces com a palavra melancolia.

Gosto de ti quando calas e estás como distante.
E estás como que te queixando, borboleta em arrulho.
E me ouves de longe, e a minha voz não te alcança:
Deixa-me que me cale com o silêncio teu.

Deixa-me que te fale também com o teu silêncio
claro como uma lâmpada, simples como um anel.
És como a noite, calada e constelada.
Teu silêncio é de estrela, tão longinqüo e singelo.

Gosto de ti quando calas porque estás como ausente.
Distante e dolorosa como se tivesses morrido.
Uma palavra então, um sorriso bastam.
E eu estou alegre, alegre de que não seja verdade.


O outro lado da cegueira

Um dos trechos mais comentados e que mais aprofundam o leitor dos personagens é quando Saramago escreve:  “O medo cega (…) são palavras c...